Dep. Zeca Cavalcante

ASSECONTE

Armazém Brasil

Shakely

 

UltraNet Custódia

 

Kleberson & Cristiane

Vereadores de Custódia

 

Publicidade

Dra. Socorro Leite

Nova Pan FM

WEB RÁDIO TRIBUNA DO MOXOTÓ

TV JC NO AR

O vereador Cristiano Dantas em sessão de ontem dia 05/12, apresentou três requerimentos, dois solicitando informações do prefeito, referente a serviços pintura de logomarca da gestão em prédios públicos, serviços de horas maquinas e/ou locação de equipamentos para aração de terras, locação de caminhão pipa, com fortes indícios de desvio de dinheiro, executadas no ano de 2017 e um terceiro requerimento, convocando a Secretária Municipal de Educação, para comparecer a Câmara Municipal, para prestar esclarecimento sobre os últimos fatos ocorridos, principalmente com o Plano de Cargos e Remuneração e os recentes descontos nos vencimentos referente a parada da categoria. Todos aprovados, sendo que a convocação da Secretária de Educação, teve dois votos contra, que foi o Vereador Nidinho e a Vereadora Yolanda. O prefeito optou por descontar indevidamente os dias em que os professores lutavam por seus direitos, enquanto a Secretária de Educação, no mesmo período, se ausentou do município ignorando as suas obrigações.

Cristiano alertou aos colegas Vereadores para a consequência de tomar decisões erradas, a exemplo das alterações do PCR que deixou grandes sequelas para os servidores. O vereador trabalhista fez a leitura de uma representação que irá entregar na Procuradoria da República, referente a possíveis crimes praticados pelo prefeito, referente transporte de estudantes da cidade de Custódia para as faculdades localizadas na cidade de Serra Talhada que é realizado por ônibus locados pelo município e pelos ônibus provenientes do FNDE, mais precisamente dois “ônibus amarelinhos”, o município cobra pelo uso deste serviço público, valor de R$110,00 (cento e dez reais) por aluno por mês, cobrando pelo uso de bem público. 

Em uma sessão que contou com a presença de inúmeros servidores municipais, aposentados e pensionistas, onde o mesmo representa a categoria, fez uso da palavra a Professora aposentada Alda Veras, que externou a situação de dificuldade que as aposentadas estão passando com o atraso dos pagamentos e o descaso do prefeito com a categoria, por fim ela pediu apoio dos vereadores para a causa dos servidores ativos e inativos.

Logo após a reunião o vereador Cristiano seguiu para uma audiência com a representante do Ministério Público, como o Vereador Marcílio e várias professoras, tiveram a atenção da Promotora que novamente se comprometeu com a categoria em tomar as medidas cabíveis.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar


Copyright © 2017. All Rights Reserved.