A Compesa adiou mais uma vez o prazo de conclusão da Adutora do Moxotó, que vai abastecer Arcoverde com água do Rio São Francisco, através de uma estação de captação no Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco, no município de Sertânia.
Agora, segundo o presidente da Compesa, Roberto Tavares, a previsão é que a adutora comece a funcionar em março de 2018. Cerca de 300 mil pessoas serão beneficiadas com a conclusão da obra. Além de Arcoverde, a adutora abastecerá Pedra, Venturosa, Pesqueira, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó, São Bento do Una e São Caetano.
Em convênio com o Governo Federal, o Governo de Pernambuco está investindo R$ 85,6 milhões nos trabalhos. A Adutora do Moxotó fará a ligação entre o Velho Chico e a Adutora do Agreste. A obra vai suprir uma carência do ramal do Agreste.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar


Copyright © 2017. All Rights Reserved.