Destaque

Três suspeitos foram presos por ajudar fugitivos de Mossoró

Metrópoles Três pessoas foram presas suspeitas de ajudarem os fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte....
Leia mais
Destaque

Raquel Lyra assina acordos de cooperação técnica com a ministra das Mulheres

Nesta sexta-feira (23), a governadora Raquel Lyra recebe, no Palácio do Campo das Princesas, a ministra da Mulher, Cida Gonçalves,...
Leia mais
Destaque

Prefeito de Carnaíba busca parceria com Sudene para garantir acesso à água nas comunidades rurais

O prefeito de Carnaíba, Anchieta Patriota (PSB), esteve em uma reunião nesta quinta-feira (22) com o superintendente da Sudene, Danilo...
Leia mais

Neonergia diz que distribuição de adutora em Triunfo depende de liberação ambiental

Blog do Magno

A propósito da matéria publicada neste blog, na última sexta-feira, sobre a falta do abastecimento de energia por parte da Neoenergia para a Adutora do Pajeú, a empresa divulgou um segundo comunicado sobre a situação que acontece no município de Triunfo. Confira abaixo:

A Neoenergia Pernambuco informa que, apesar de a solicitação para a conexão do trecho da Adutora do Pajeú que atende ao município de Triunfo ter sido realizada em julho de 2022, a entrega da documentação referente a 75% da obra só foi concluída em setembro de 2023, com prazo para a finalização desta etapa até final de janeiro.

Em razão da importância do empreendimento, a distribuidora não está medindo esforços para concluir os trabalhos antecipadamente. No entanto, para que a conclusão dos 25% finais da obra seja antecipada para o mês fevereiro deste ano, é necessário que a liberação da licença ambiental seja emitida até o próximo dia 20.

A Adutora do Pajeú já chegou em Triunfo, mas água que é bom, nem sinal. As obras foram concluídas há seis meses. Com isso, a cidade, que é turística, está penalizada. Falta água até nos hotéis e pousadas. O prefeito Luciano Bonfim (Avante) disse que já levou o assunto ao conhecimento da governadora Raquel Lyra (PSDB), que nada fez. A adutora do Pajeú, no trecho até Triunfo, era um sonho de mais de 50 anos.

Trata-se do Ramal de Triunfo/Santa Cruz da Baixa Verde, que faz parte da implantação da fase II da segunda etapa do Sistema Adutor do Pajeú. Com a conclusão dos serviços, 20 mil pessoas estão à espera da água. Destas, cerca de 10, 7 mil no município de Triunfo e mais de 9 mil na cidade de Santa Cruz da Baixa Verde.

Deixe um comentário