Destaque

Diretor do HR Emília Câmara confirma 1ª suspeita de caso de varíola, em Afogados

Por André Luis O diretor do Hospital Regional Emília Câmara, confirmou em conversa com a redação do blog na tarde...
Leia mais
Destaque

Saúde de Afogados emite nota sobre caso suspeito de Monkeypox

A Secretaria de Saúde de Afogados da Ingazeira, emitiu nota na noite desta quarta-feira (10), informando que recebeu do Hospital...
Leia mais
Destaque

Prefeitura abre as portas do Vianão para as escolinhas mirins de futebol

Buscando incentivar a prática esportiva e estimular a garotada, a Prefeitura de Afogados democratiza o acesso ao Vianão, liberando as...
Leia mais

BNB libera R$ 4,4 bilhões para Pernambuco em 2018

Ernesto Lima Cruz, superintendente do BNB em Pernambuco

                Foto: Rafael Furtado / Folha de Pernambuco

empresário pernambucano já voltou a investir, deixando para trás a crise e a desconfiança dos últimos anos. Pelo menos é isso que indica o saldo de contratações do Banco do Nordeste (BNB). É que o bancoregistrou 63,1 mil operações de crédito no Estado em 2018, liberando R$ 4,4 bilhões ao setor produtivo local através do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) – o maior volume de financiamentos da história do FNE e do BNB no Estado.

“Registramos o recorde de aplicações do FNE em Pernambuco. Saímos de R$ 1,3 bilhão em 2017 para R$ 4,4 bilhões em 2018. E o que motivou esse resultado foi a retomada da confiança do empresariado na possibilidade de sair da recessão”, revelou o superintendente do BNB em PernambucoErnesto Lima Cruz, durante visita à Folha de Pernambuco nessa terça-feira (29). Ele veio com o gerente de negócios e assistente da superintendência, Marcelo Santos e Ana Paulo Amorim, respectivamente, para mostrar os bons resultados do banco ao diretor operacional da Folha, José Américo Góis.

“Esses recursos vão repercutir na economia nordestina, principalmente na geração de emprego e renda, que é o que precisamos estimular em Pernambuco”, explicou Cruz. Ele contou que, dos R$ 4,4 bilhões financiados pelo FNE em Pernambuco, R$ 2,6 bilhões foram para os setores produtivos tradicionais – agronegócio, indústria, comércio e serviços. Já o outro R$ 1,8 bilhão foi para obras de infraestrutura. E, com isso, Pernambuco registrou o segundo maior volume de empréstimos do FNE em 2018, atrás apenas da Bahia. 

“Também superamos a meta de aplicações na área de atuação do banco. Saímos de R$ 16 bilhões para R$ 32,6 bilhões aplicados no Nordeste. Mas Pernambuco contratou três vezes mais que em 2017”, afirmou o superintendente, dizendo que essa alta fez com que todos os recursos do FNE que ficaram represados no BNB durante os anos de crise fossem tomados pelo setor produtivo em 2018. 

Com isso, o orçamento deste ano do FNE é de R$ 23 bilhões, dos quais R$ 3,2 bilhões estão reservados para Pernambuco – recurso que, se depender da confiança do empresariado estadual, será pouco, segundo Cruz. “Já temos demanda suficiente para esse orçamento. Nosso desafio, então, é atender a todos esses projetos”, revelou o superintendente, garantindo, porém, que se faltar dinheiro, o BNB pode aumentar a verba destinada a Pernambuco, remanejando recursos de estados que têm menos demanda.

Mourão diz não saber se prisão de funcionários da Vale foi atitude mais correta

Presidente interino Hamilton Mourão entende que o deputado Rodrigo Maia será um bom nome para presidir à Câmara Federal em caso de reeleição

                 Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente interino Hamilton Mourão disse não saber se foi a atitude mais correta a prisão temporária na terça-feira (29) de funcionários da Vale relacionada ao rompimento de barragem em Brumadinho (MG).

“O Ministério Público do Estado tomou atitudes hoje, não sei se foram as mais corretas, mas foram tomadas”, disse.

Na opinião dele, para manter detidos por 30 dias dois engenheiros da companhia de mineração é necessário “ter provas ou indícios muito fortes”. Na ordem de prisão, a juíza cita delitos “perpetrados na clandestinidade”.

“Não é que eu não concorde, não tenho elementos para dizer se elas estão corretas ou não. Agora, prenderpreventivamente dois engenheiros por 30 dias? Vamos ver, tem que ter provas ou indícios muito fortes de que eles iriam apagar as provas”, afirmou.

Ao todo, foram presos três funcionários da Vale diretamente envolvidos e responsáveis pela Mina do Córrego do Feijão e o seu licenciamento. Além disso, foram presos dois engenheiros terceirizados que atestaram a estabilidade da barragem recentemente. 

Na ordem de prisão, a juíza plantonista do Tribunal de Justiça de Minas Gerais Perla Saliba Brito detalha a participação de cada um dos presos em processos ligados à barragem que rompeu. 

De acordo com ela, documentos “subscreveram recentes declarações de estabilidade das barragens, informando que aludidas estruturas se adequavam às normas de segurança”.

“O que a tragédia demonstrou não corresponder o teor desses documentos com a verdade, não sendo crível que barragens de tal monta, geridas por uma das maiores mineradoras mundiais, se rompam repentinamente, sem dar qualquer indício de vulnerabilidade”, ressaltou. 

Ela afirmou que as prisões se fazem necessárias para apuração de crimes de homicídio qualificado, além de crimes ambientais e de falsidade ideológica.

CNM divulga lista de barragens em risco em Pernambuco

Moradores do entorno de Duas Unas dizem que a última manutenção ocorreu há cinco anos

                           Foto: Brenda Alcântara

A lista atualizada de barragens que apresentam alto risco de rompimento no Brasil será atualizada até a próxima sexta-feira pela Confederação Nacional de Municípios (CNM). Em Pernambuco, de um total de 477 reconhecidas pela Agência Nacional das Águas (ANA), 63 estão estão em perigo. Todas estão classificadas como de alto dano associado, ou seja, caso rompam, trarão alta destruição ambiental ou social. Três estão em cidades da Região Metropolitana do Recife.

“Recebemos as informações da Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac), responsável pela fiscalização, e analisamos. Essas barreiras podem se romper a qualquer momento”, explicou o responsável pelo setor de Proteção e Defesa Civil da CNM, Johnny Liberato. A maior nesse estado é a de Jucazinho, em Surubim, no Agreste, com capacidade máxima de 327 bilhões de litros. Seu rompimento levaria destruição por todo o Capibaribe. A de Pirapama, no Cabo de Santo Agostinho, hoje reserva 64,5% da sua capacidade de máxima de 61 bilhões de litros.

“Os moradores que seriam atingidos por eventuais enchentes não têm treinamento de evacuação. E os responsáveis pelas manutenções não têm estrutura. Equipamento, maquinário, equipes.”

Em Jaboatão dos Guararapes, próximo à barragem de Duas Unas, também em alto risco, moradores do entorno dizem que a última manutenção na represa ocorreu há cinco anos e que nunca receberam nenhum tipo de orientação quanto a como agir em caso de emergências. Nem os do condomínio de luxo Alphaville, nem os moradores mais pobres, que trabalham para ele.

“Ninguém nunca veio aqui. Hoje, escutei que existem muitas barragens com risco de estourar e, claro que fiquei com medo”, desabafou a dona de casa Maria do Socorro da Silva, 64, que mora com a família há 17 anos no Sítio dos Coqueiros, há poucos metros da represa de Duas Unas. Uma das fontes de renda da dona de casa Rosenete Francisca, 46, é uma plantação de macaxeira cultivada no quintal de casa, localizado também há poucos metros da represa. “Nunca nem passou pela minha cabeça. Para mim, isso não vai acontecer nunca”.

O aposentado Antônio Felix da Sílva, 70, também mora no local. Ele afirmou que não costuma ver a Compesa realizando manutenções no local. “Nós cuidamos da barragem, nunca jogamos lixo, nem mexemos. Eles, eu já não sei”.

Secretaria abre inscrições para 108 vagas de Residência Médica

Hospital das Clínicas da UFPE

                         Foto: Arthur de Souza

Um novo edital para seleção de 108 vagas de Residência Médica foi divulgado pela Secretaria de Saúde de Pernambuco. As inscrições para o processo seletivo serão abertas na próxima sexta-feira (1º/2), seguirão até o dia 12 de fevereiro e devem ser feitas exclusivamente pela internet, no endereço www.upenet.com.br. O valor da bolsa é de R$ 3.330,43. Dúvidas em relação ao processo seletivo devem ser enviadas para o e-mail iaupe.residenciamedica2019@gmail.com.

A prova da seleção será realizada em 24 de fevereiro, no Recife. O resultado final será divulgado pela secretaria em 13 de março. Os candidatos devem ficar atentos ao prazo e às documentações necessárias para cada etapa de seleção. Aprovados devem realizar a pré-matrícula on-line no site rhose.saude.pe.gov.br, a partir da divulgação do resultado. A matrícula será realizada em 15 de março e a residência terá início em 16 de março. 

Com a nova seleção, segundo a secretaria, sobe para 1.373 o número de vagas disponibilizadas pelo Governo de Pernambuco para a formação e qualificação dos profissionais de saúde no Estado. Do total de vagas, 31 são novas e foram aprovadas recentemente pela Comissão Nacional de Residência Médica. Entre as novidades, de acordo com a Secretaria de Saúde, está uma vaga para residência de cirurgia bariátrica no Hospital das Clínicas. 

As outras 77 vagas disponibilizadas são as não preenchidas no concurso do ano passado. As especialidades são: Cirurgia Geral; Medicina de Família e Comunidade; Oftalmologia; Ortopedia e Traumatologia; Cancerologia Clínica e Cirúrgica; Hematologia e Hemoterapia; Nefrologia e Nefrologia Pediátrica; Infectologia; Hematologia e Hemoterapia Pediátrica; Neonatologia; Psiquiatria Infantil; Mastologia; Ecocardiografia; Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista; Eletrofisiologia Clínica Invasiva; Ultrassonografia em Genecologia e Obstetrícia; Endoscopia Genecológica; Cirurgia de Cabeça e Pescoço; Anestesiolgia Pediátrica e Cirurgia Torácica.

Justiça do Rio de Janeiro manda soltar Doutor Bumbum

O médico Denis César Barros Furtado não tem registro para atuar no Rio nem formação em cirurgia plástica

                  Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A Justiça do Rio de Janeiro, por unanimidade, concedeu na noite desta terça-feira (29) o habeas corpus para o médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como Doutor Bumbum. Preso desde o dia 19 de julho de 2018, o médico responde pela morte da bancária Lilian Calixto, 46, após a realização de um procedimento estético.

Os desembargadores da 7ª vara criminal do Rio decidiram trocar a prisão do médico por medidas cautelares. Entre elas, ele deve ficar em casa à noite e nos dias de folga, enquanto estiver sendo investigado. Ele também está proibido de deixar o Rio de Janeiro.

Lilian era moradora de Cuiabá e morreu no dia 15 de julho de 2018 horas depois de ser submetida a um procedimento estético no glúteo no apartamento do médico, em um condomínio na Barra, zona oeste do Rio. 

Na ocasião, o médico relatou que a paciente não teve reação à aplicação de 300 ml de PMMA (polimetilmetacrilato) na região do glúteo. Ela teria, no relato do médico, ligado mais tarde alegando estar se sentindo mal e foi levada ao hospital privado Barra D’Or. 

Segundo informações da unidade de saúde, ela chegou em estado extremamente grave e mesmo após “manobras de recuperação”, não foi possível reverter o quadro. A paciente acabou morrendo duas horas após atendimento devido a uma embolia pulmonar, causada por uma obstrução em uma artéria do pulmão. 

O médico, que não tem registro para atuar no Rio nem formação em cirurgia plástica, foi preso junto com a mãe, Maria de Fátima Furtado, que atuava como assistente, e a namorada, que era sua secretária.

Governo deve liberar R$ 800 milhões; assessoria do Ministério da Economia disse não ter conhecimento

Otávio do Rêgo Barros

             Otávio do Rêgo Barros Foto: reprodução/vídeo

Ministério da Economia deve disponibilizar R$ 800 milhões para ações de apoio emergenciais a Brumadinho (MG), segundo o porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros.

“O Ministério da Economia disponibilizou uma equipe para a avaliação de suplementação de ação de apoio emergencial e desastre, com dotação inicial de R$ 800 milhões“, afirmou em entrevista na tarde desta terça-feira (29), em São Paulo.

Rêgo Barros não soube detalhar de que forma esse dinheiro será disponibilizado à cidade mineira, que enfrenta situação de calamidade devido ao rompimento de uma barragem de rejeitos de mineração na sexta (25).

“A informação da liberação eu a possuo, como vai ser essa distribuição e quando, melhor consultar o próprio Ministério da Economia, que tem o cronograma e a forma de como esse desembolso será efetuado”, disse.

A assessoria da pasta comandada por Paulo Guedes, contudo, disse não ter conhecimento sobre essa liberação. A Secretaria de Imprensa do Palácio do Planalto também não forneceu mais detalhes. Esta é a primeira vez que o governo federal fala em um valor para ajudas financeiras a Brumadinho.

Em nota divulgada no último sábado, o presidente Jair Bolsonaro falava em “recursos financeiros” para auxílio ao local atingido, mas o governo vinha dizendo que os valores dependeriam de um pedido do governador de Minas Gerais e da prefeitura do município atingido.

O porta-voz foi perguntado ainda sobre se haveria uma mudança de prioridades do governo nas pautas do Congresso, que retoma as atividades na sexta-feira (1º), devido ao desastre em Minas. 

“Não falou e, por óbvio, nem poderia falar, a tragédia aconteceu na sexta, no sábado nos deslocamos para Brumadinho e no domingo ele deu entrada no hospital”, respondeu ao ser indagado sobre se Bolsonaro falou sobre priorizar ações ligadas a Brumadinho em relação à reforma da Previdência.

Segundo Rêgo Barros, o presidente está preocupado com as mudanças nas regras de aposentadoria, pauta considerada crucial para que o governo consiga recuperar a economia.

“Óbvio que ele está muito preocupado com a questão da Previdência, mas no devido momento e de forma coordenada, vai expressar sua orientação para os nossos ministros e esses ministros vão estudar a melhor maneira de vocalizar junto ao nosso Congresso”, disse.

Afogados é goleado pelo Santa em primeiro revés no Pernambucano: 4×1

 (Foto: Rodrigo Baltar/SCFC)

Jogando um futebol irreconhecível em boa parte do jogo e tropeçando nos próprios erros, o Afogados FC foi goleado pelo Santa Cruz por 4×1 e viu o tricolor assumir a liderança provisória do Campeonato Pernambucano durante a noite desta terça-feira.

Os gols foram de Neto Costa, Diego Lorenzi, Elias e Allan Dias. Diego Ceará fez o gol do Afogados, que cai para o quarto lugar, com seis pontos.

Empurrado por sua torcida, o Santa Cruz precisou de apenas três minutos para abrir o placar. Em rápido contra-ataque, Elias recebeu na esquerda e cruzou na medida para Neto Costa testar no canto esquerdo, sem chances de defesa para o goleiro Danilo Nóbrega.

A torcida tricolor, porém, teve pouco tempo para comemorar. Um minuto depois, Jader arremessou lateral na área para Diego Ceará se atirar na bola e deixar tudo igual na Arena.

Mas o Santa não desanimou e pulou novamente à frente no marcador aos 22 minutos, quando o volante Diego Lorenzi aproveitou rebote da zaga para bater de primeira de fora da área. O chute cruzado saiu forte e bateu na trave antes de entrar.

Pouco depois, o time da casa ampliou a sua vantagem com Elias, que completou cruzamento de Marcos Martins. No fim da etapa complementar, Allan Dias aproveitou assistência de Sillas para dar números finais à partida.

O próximo jogo da equipe sertaneja será em confronto regional contra o Salgueiro, quarta , dia 6, às oito da noite.

BEPI ganha 37 novas viaturas

O governo do Estado entregará, nesta quarta-feira (30.01), 37 novas viaturas ao Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (Bepi).

As novas viaturas possibilitarão cobrir áreas rurais cujos acessos às comunidades e distritos são, em sua maioria, difíceis.

Atualmente, o Batalhão conta com quatro unidades, sendo duas no Sertão (Custódia e Salgueiro), uma no Agreste (Toritama) e uma na Zona da Mata (Palmares). Todas serão beneficiadas com os novos veículos.

Tropa especializada no combate a criminalidade organizada, principalmente em áreas de incidência da Caatinga, o Bepi conta com 300 policiais, divididos em 10 equipes. Criado em 2015, buscou fortalecer a antiga Companhia Independente de Operações de Sobrevivência na Caatinga (Ciosac), criada em março de 2004, com sua base no município de Custódia, Sertão do Estado.

Ainda em 2015, foram criadas a 2ª e a 3ª companhias do Bepi, localizadas, respectivamente, nos municípios de Toritama, no Agreste do Estado, e Palmares, na Mata Sul. Em setembro do ano passado, a unidade passou a operar em Salgueiro e Petrolina, com base na primeira.

Câmara publica renúncia do deputado Jean Wyllys e convoca suplente

O deputado reeleito Jean Wyllys (PSOL-RJ)

O deputado reeleito Jean Wyllys (PSOL-RJ)Foto: José Cruz/Agência Brasil

Câmara dos Deputados publicou nesta terça-feira (29) a renúncia do deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) ao mandato para o qual foi eleito em outubro de 2018. No despacho publicado juntamente com o ofício de Wyllys, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), determina a convocação do primeiro suplente da bancada do PSOL do Rio de Janeiro e a inclusão de seu nome na lista dos parlamentares que tomam posse.

O suplente é o vereador carioca David Miranda (PSOL-RJ). A partir desta terça, a Câmara dos Deputados pode tomar as providências necessárias para que Miranda assuma o mandato a partir de sexta-feira (1°), na 56ª Legislatura. 

No ofício protocolado nessa segunda-feira (28), na presidência da Câmara, Willys informa, “em caráter irretratável”, que não vai tomar posse em seu terceiro mandato consecutivo. O deputado anexou a carta apresentada ao seu partido, na última quinta-feira, na qual disse ao PSOL que renunciaria ao mandato e não voltaria ao Brasil.

Leia também:
Ministério da Justiça diz que não houve omissão sobre ameaças a Jean Wyllys
Mourão diz que ameaça a Jean Wyllys é crime à democracia

deputado afirma na carta que vem sofrendo “ameaças de morte e pesada difamação“, desde seu primeiro mandato, mas que isso se tornou mais intenso no ano passado. Segundo Wyllys, as ameaças se estenderam à sua família, incluindo mãe, irmãs e irmãos, bem como a seus amigos próximos. 

O comunicado de Wyllys é de sexta-feira, mas foi publicado na edição desta terça (29) do Diário Oficial da Câmara dos Deputados.

Banco do Brasil permite pagamento de IPVA pelo WhatsApp

A tecnologia de assistência virtual vem sendo utilizada pelo BB desde 2017

A tecnologia de assistência virtual vem sendo utilizada pelo BB desde 2017Foto: Pixabay

O Banco do Brasil vai permitir que seus clientes façam o pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e outras taxas cobradas pelo Detran, diretamente pelo WhatsApp. A transação passou a fazer parte do rol de serviços de atendimento a clientes do banco por meio do aplicativo de mensagens instantâneas.

Para efetuar o pagamento do IPVA e outras taxas, incluindo multas de trânsito, o cliente do banco deve informar o código do Renavam, a placa do veículo e o CPF do proprietário. A utilização do WhatsApp como um canal de atendimento do BB requer o cadastramento prévio do telefone do cliente em suas informações cadastrais registradas no banco.

A operação, por enquanto, só está disponível nos estados do Maranhão, Pernambuco, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal. Nos demais estados, o uso do WhatsAppdeverá estar disponível nos próximos meses, após a adequação de sistemas das secretarias de Fazenda com a tecnologia do banco, informou a assessoria da instituição.

O atendimento pelo Whatsapp foi lançado para todos os clientes em setembro de 2018, com opção para 14 transações. Em dezembro, o BB foi o primeiro banco a permitir saque pelo WhatsApp. Com mais essa solução, já são 16 transações que podem ser realizadas pelo aplicativo de mensagens, incluindo rastreio de cartão, consulta de limite, extrato, saldo e fatura do cartão, poupança e conta-corrente, além de recargas de celular e transferências entre contas.

O banco informou que, em menos de quatro meses, já foram realizadas mais de 100 mil transações (financeiras e consultas) pelos clientes via WhatsApp. Os saques e transferências realizados por meio do aplicativo são limitados até R$ 300.

Como funciona
A solução alia o uso da inteligência artificial, por meio de chatbot (uma máquina que conversa com o cliente), e as mensagens são criptografadas de ponta a ponta. Para acessar o Banco do Brasil no WhatsApp é necessário salvar o telefone [+55] 61 4004 0001 no celular e iniciar uma conversa. O aparelho e o número do cliente precisarão estar cadastrados previamente.

Quando um serviço de informações, como solicitar um extrato de conta-corrente, for solicitado pelo cliente, um código de confirmação será enviado pelo banco via push ou SMS. Para as outras transações, os clientes também deverão digitar sua senha. Depois, o cliente receberá uma resposta confirmando a transação, tudo em texto. Se houver necessidade de atendimento humano, o cliente passará a ser atendido por um funcionário do BB.

A tecnologia de assistência virtual vem sendo utilizada pelo BB desde 2017, utilizando inteligência cognitiva. Segundo o banco, o chatbot responde por meio de uma linguagem natural e aprende constantemente com base nas interações dos usuários. “Após o lançamento do seu Assistente Virtual, o Banco do Brasil aumentou 71% suas interações com os clientes via mídias sociais”, informou o BB.

Reforma da Previdência pode chegar na terceira semana de fevereiro, diz secretário

Secretário de Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho

Secretário de Previdência do Ministério da Economia, Rogério MarinhoFoto: divulgação/PSDB

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, disse nesta terça (29) que a proposta de reforma da Previdência deve ser apresentada ao plenário da Câmara na segunda ou terceira semana de fevereiro.

Antes, a equipe econômica do presidente Jair Bolsonaroinformava que a previsão de envio da proposta para o Congresso era até a segunda semana de fevereiro.

“Vai depender a área política do governo”, ressaltou Marinho, se referindo a conversas prévias entre os minitros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Guedes, lideranças do governo no Congresso e os presidentes da Câmara e do Senado, que serão eleitos na próxima sexta-feira (1º).

“É necessário que haja uma combinação entre todas as partes para que não haja ruído”, frisou. O secretário reforçou que Bolsonaro tem acompanhada a elaboração da reforma da Previdência e dado orientações à equipe.

“Não tenho dúvidas que será uma proposta com alcance fiscal e será uma proposta, no sentido de que aqueles que podem vão contribuir mais do que aqueles que podem menos”, disse.

Marinho participou de uma reunião entre a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, com a equipe do Tribunal de Contas da União (TCU).

Segundo o secretário, é um “procedimento normal de sinergia” para que ações de desburocratização e reformas estruturais visadas pelo governo aconteçam dentro da legalidade.

“A ideia é termos uma parceria no sentido de fazermos com que a agenda do governo Bolsonaro possa ser desenvolvida levando em consideração o que diz a lei, com todo cuidado que é necessário, mas, ao mesmo tempo, que tenhamos a velocidade que a sociedade espera”, disse.

O secretário-geral de controle externo do TCU, Paulo Wiechers, disse que temas ligados à gestão fiscal, desestatizações, concessões são convergentes entre o órgão e o ministério da Economia.

De acordo com Wiechers, ao mostrar as pautas prioritárias, a equipe econômica permite que o TCU possa dar uma resposta às demandas o mais rápido possível.

Número de mortos em Brumadinho chega a 84; 42 foram identificados

Resgate de vítimas em Brumadinho

Resgate de vítimas em BrumadinhoFoto: Mauro Pimentel/AFP

No quinto dia de buscas a vítimas do rompimento da barragem de rejeitos da Vale, em Brumadinho, a Defesa Civil de Minas Gerais confirmou 84 mortos e 276 desaparecidos na tragédia ocorrida na última sexta-feira (25). O Corpo de Bombeiros informou que o número de mortos é ainda maior, porque corpos localizados no começo da noite não estão nesse registro.

“Como temos a possibilidade de encontrar mais corpos nas áreas próximas ao refeitório [da mineradora], acreditamos que aumentaremos o número de pessoas encontradas”, disse o porta-voz do Corpo de Bombeiros,tenente Pedro Aihara.

Segundo o porta-voz, foram encerradas as buscas em um ônibus, onde foram localizados três corpos. Mais dois mortos foram encontrados em uma área que deve ser o restaurante, por causa do mobiliário e pela presença de dois botijões de gás. As buscas serão retomadas às 4h desta quarta-feira (30).

Segundo a Polícia Civil, dos 84 corpos, 42 foram identificados. No Instituto Médico-Legal (IML), foram atendidas 47 pessoas de 28 famílias. Para amanhã, o IML agendou 35 atendimentos de familiares para coleta de material necessário à identificação das vítimas. 

Cerca de mil policiais militares estão acampados na zona rural de Brumadinho, fazendo o patrulhamento da área para evitar saques. Segundo o major Flávio Santiago, serão dois dias de grande operação, mas o comando da Polícia Militar definirá se haverá necessidade de estender a ação por mais tempo.

Segundo boletim da Defesa Civil, dos 276 desaparecidos, 106 são empregados da Vale. de acordo com os dados, oito pessoas estão hospitalizadas, mas não há informações sobre o estado de saúde delas. O número de desabrigados chega a 176.

Nesta segunda-feira (28), a mineradora Vale anunciou a doação emergencial de R$100 mil para todas as famílias que perderam parentes na tragédia. Segundo a empresa, os valores não têm nenhuma relação com as indenizações que serão futuramente calculadas.

Entre outras medidas já anunciadas em favor das vítimas, os beneficiários do Bolsa Família foram autorizados a fazer o saque antecipado. Os trabalhadores afetados foram autorizados pela Caixa Econômica Federal a retirar até R$ 6.220 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A instituição financeira também criou uma conta para receber doações financeiras, assim como o Banco do Brasil.