Destaque

TCE da Paraíba dá exemplo no controle de gastos excessivos com shows

Por Nill Júnior O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) pediu a suspensão do pagamento dos cachês das...
Leia mais
Destaque

Delegação da Amupe terá mais de 600 participantes na XXV Marcha Publicado em Notícias por Nill Jún

Estão sendo esperados mais de 100 prefeitos durante todo o evento Desta segunda-feira, 20, até a próxima quinta-feira, 24 de...
Leia mais
Destaque

Patriota revela viver nova fase na luta contra câncer. “Momento difícil”

O Deputado Estadual José Patriota foi o personagem central da inauguração do Centro de Atendimento ao Produtor Pajeú Sustentável. No...
Leia mais

Prazo para a declaração da vacinação contra febre aftosa se encerra nesta quarta-feira em Pernambuco

O produtor pernambucano deve ficar atento para realizar, até esta quarta-feira, dia 15 de maio, a declaração da vacinação dos rebanhos de bovinos bubalinos durante a campanha contra a febre 2024 na Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro).  A declaração é obrigatória e somente através dela será possível comprovar que os rebanhos foram efetivamente vacinados. Já aqueles que não conseguiram vacinar os animais durante a campanha precisam comparecer à Adagro, também até a quarta-feira, para assinar um Termo de Responsabilidade e atualizar o rebanho.

A Portaria Adagro nº 20, de 07/05/24, isenta de penalidades aqueles produtores que não conseguiram vacinar os rebanhos até o dia 1º de maio por falta de imunizante no mercado, mas criador que deixar de declarar ou comparecer para regularizar a sua situação fica impedido de retirar a Guia de Trânsito Animal (GTA), de transitar com os animais e de participar de eventos agropecuários.

De acordo com a diretora presidente da Agência Agropecuária de Pernambuco, Raquel Miranda, a isenção de multa aos produtores que não vacinaram os animais só será concedida àqueles que comparecerem aos nossos escritórios impreterivelmente até o dia 15 de maio”.

“Pernambuco já atingiu 78,3% de imunização do rebanho, o que corresponde a 1 milhão e 894 mil animais vacinados e declarados, mas precisamos da colaboração de todos para alcançarmos o índice acima de 90% de vacinação do rebanho do estado, para junto com outras ações de saúde animal, possamos buscar o reconhecimento internacional de estado Livre de Febre Aftosa da Organização Mundial de Saúde Animal (OMSA)”, enfatizou a diretora presidente da Adagro.

Reconhecimento

No último dia 02, uma portaria do Ministério da Agricultura e Pecuária, reconheceu nacionalmente Pernambuco e outras 21 unidades da federação como áreas livres de febre aftosa sem a necessidade de vacinação. O Estado conseguiu esse status após o governo estadual avançar com a vacinação do rebanho pernambucano no mês de abril e, ao mesmo tempo, implantar uma séria de ações voltadas para a defesa animal, em um esforço conjunto da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, Agricultura, Pecuária e Pesca, da Adagro e dos produtores locais.

Deixe um comentário