Destaque

Prefeitura de Carnaíba traz alunos de comunidades rurais para participar da Semana Literária

A Prefeitura de Carnaíba vivenciou a Semana Literária, que trouxe um novo brilho à Biblioteca Pública Municipal, transformando-a em um...
Leia mais
Destaque

Tempo de Serenata, novo single de Maria Dapaz

Nesta sexta-feira, dia 19 de abril, os amantes da música terão o privilégio de mergulhar em uma experiência única com...
Leia mais
Destaque

Raquel Lyra anuncia apoio a Danilo Simões em Afogados da Ingazeira

Nesta quinta-feira (18), a governadora Raquel Lyra (PSDB), anunciou que em Afogados da Ingazeira marchará ao lado da oposição imputando...
Leia mais

Tentativa de homicídio: vídeo mostra sequência da ação contra colaborador

Informante era colaborador da Rede Avistão e havia sido demitido há poucos dias

Atualizado às 16h45

A Polícia Civil identificou e prendeu o acusado pelo vazamento das informações da logística da ida do malote para o banco.

O blog apurou detalhes com fontes policiais. Danilo Conceição dos Santos, idade não informada, era ex-funcionário da unidade. Havia sido demitido há apenas uma semana. Ele tinha relacionamento e contato com um dos criminosos e vazou as informações para a execução do crime.

Era funcionário da rede há quase um ano, mas tinha antecedentes, pelo que o blog apurou. Na ação, não apenas vazou informações como providenciou hospedagem para os criminosos em Afogados na véspera do crime. No dia do episódio, simulou uma compra no supermercado para observar a hora da saída do malote e informar os criminosos.

Um dos criminosos morreu na ação: Marcone Santos da Silva, o Cebola, 29 anos, morador do bairro de Areias, Recife. Já tinha passagem pela polícia por outros crimes.

Ele foi alvo de disparos de arma de fogo na troca de tiros com a PM na saída de Afogados para Iguaracy, na PE 292, na ponte da Gangorra. Estava sendo transferido para o Hospital Eduardo Campos, em Serra Talhada, mas não resistiu aos ferimentos. Ainda não foi feita a Declaração de Óbito com a causa da morte.

Um criminoso liberado foi preso em seguida. Um outro está internado no Hospital Eduardo Campos, em Serra Talhada.

Já Elison Manoel da Silva, 31 anos, funcionário do supermercado Avistão foi submetido a uma cirurgia no punho e foi transferido.

Dos outros dois criminosos, um foi submetido a uma cirurgia mais simples e segue no Hospital Regional Emília Câmara. O outro teve fraturas nos membros inferiores com o acidente.

O responsável pela Rede Avistão, Alessandro Queiroz, disse que está tomando todas as medidas de apoio ao colaborador. “Temos uma logística de rodízio dos responsáveis pelos depósitos. Só foi possível a ação por conta desse informante. Mas estamos tomando medidas adicionais. O mais importante, dando apoio ao colaborador que é nossa maior preocupação”. Ele disse também que em época de cartão de débito, crédito e PIX, o valor no malote era muito menor que o imaginado pelos criminosos. O valor ainda assim não foi informado.

Deixe um comentário