Destaque

TCE da Paraíba dá exemplo no controle de gastos excessivos com shows

Por Nill Júnior O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) pediu a suspensão do pagamento dos cachês das...
Leia mais
Destaque

Delegação da Amupe terá mais de 600 participantes na XXV Marcha Publicado em Notícias por Nill Jún

Estão sendo esperados mais de 100 prefeitos durante todo o evento Desta segunda-feira, 20, até a próxima quinta-feira, 24 de...
Leia mais
Destaque

Patriota revela viver nova fase na luta contra câncer. “Momento difícil”

O Deputado Estadual José Patriota foi o personagem central da inauguração do Centro de Atendimento ao Produtor Pajeú Sustentável. No...
Leia mais

Sindicato emite nota de repúdio contra o não repasse dos salários dos profissionais inativos em Serra Talhada

A direção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTEST) emitiu uma nota de repúdio contra o não repasse dos salários dos profissionais inativos da educação referentes ao mês de março.

Expressando indignação e repúdio, o Sindicato destacou a importância fundamental desses salários para proporcionar um feriado digno com suas famílias aos beneficiários, além de sublinhar a falta de respeito demonstrada com os aposentados, pensionistas e todos que contribuíram para uma educação igualitária.

A ausência de empatia por parte do órgão responsável pelo repasse dos valores foi ressaltada como um motivo adicional de preocupação, especialmente considerando seu papel como exemplo de ética e responsabilidade social.

O sindicato exigiu medidas imediatas para garantir que situações semelhantes não se repitam e para assegurar o respeito aos direitos dos aposentados e pensionistas.

Em resposta às preocupações levantadas, Jânio Carvalho, Diretor-presidente do Instituto de Previdência Municipal (IPMST), esclareceu que o depósito do valor total da folha de pagamento referente ao mês de março foi efetuado na Caixa Econômica no último dia 28, às 15h, para os aposentados do município.

No entanto, devido a um problema de digitação ou técnico, a data de pagamento foi erroneamente indicada como sendo dia 29, resultando no atraso do repasse.

Jânio enfatizou os esforços da prefeita Márcia Conrado para manter os pagamentos em dia e expressou sua lamentação pelo ocorrido. Ele assegurou que o montante total da folha foi repassado e depositado na conta da Caixa na data mencionada.

Caso necessário, declarou estar disposto a solicitar uma declaração do gerente para comprovar a veracidade das informações.

É importante ressaltar que a Previdência tem até o quinto dia útil do mês subsequente para realizar os pagamentos, segundo Jânio e expressou sua esperança em cumprir com essa obrigação nesta segunda-feira (1º), primeiro dia útil do mês de abril.

Deixe um comentário