Destaque

TCE da Paraíba dá exemplo no controle de gastos excessivos com shows

Por Nill Júnior O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) pediu a suspensão do pagamento dos cachês das...
Leia mais
Destaque

Delegação da Amupe terá mais de 600 participantes na XXV Marcha Publicado em Notícias por Nill Jún

Estão sendo esperados mais de 100 prefeitos durante todo o evento Desta segunda-feira, 20, até a próxima quinta-feira, 24 de...
Leia mais
Destaque

Patriota revela viver nova fase na luta contra câncer. “Momento difícil”

O Deputado Estadual José Patriota foi o personagem central da inauguração do Centro de Atendimento ao Produtor Pajeú Sustentável. No...
Leia mais

PF prende três suspeitos de assalto a agência dos Correios em Bom Jardim

Agência dos Correios de Bom Jardim, no agreste pernambucano

                                        Foto: Divulgação / Polícia Federal

Polícia Federal de Pernambuco (PF-PE) prendeu três suspeitos de envolvimento no assalto a uma agência dos Correios na cidade de Bom Jardim, no agreste pernambucano. O assalto aconteceu na manhã da última quinta-feira (1º), na agência que fica no Centro da cidade. Segundo a PF, outros suspeitos continuam foragidos e o caso segue sendo investigado.

De acordo com a PF, o crime foi cometido por pelo menos quatro pessoas, três delas estando armadas. Os criminosos levaram uma quantia em dinheiro que estava no guichê da agência e mais dois malotes com quantias não informadas. Um dos assaltantes chegou a tomar a arma do vigilante que trabalhava na segurança da agência.

Após o crime, a Polícia Militar (PM) foi acionada e conseguiu prender um dos suspeitos, que dirigia o carro que levava a quadrilha em direção à cidade de Surubim, também no agreste. Durante a abordagem, o motorista trocava um dos pneus do veículo, e os três suspeitos que estavam no carro conseguiram fugir para um matagal. 

A PF foi acionada e localizou os suspeitos que fugiram. Os detidos foram presos e levados para a Superintendência da Polícia Federal no bairro do Recife Antigo. De acordo com a PF, os suspeitos podem ser acusados de “roubo com concussão de duas ou mais pessoas com emprego de arma de fogo” e poderão pegar penas que variam de 4 a 10 anos de prisão.

Deixe um comentário